Thumbnail
2017-09-08 16:18:20

Como proceder em caso de sinistro com o seu veículo

Bateu o carro? A moto foi roubada? Saiba como acionar o seguro em caso de sinistro com o seu veículo

Sinistro é o nome dado aos eventos cobertos por um seguro. No caso dos seguros auto e seguros de moto, são as colisões, roubos, furtos, incêndios e defeitos, desde que estejam cobertos na apólice. Mas como é o procedimento para acionar um seguro em caso de sinistro com o veículo?

Quando ocorre um sinistro, a seguradora deverá indenizar o segurado ou promover o conserto do veículo, se possível.

Caso se trate de um sinistro que envolva polícia, a primeira coisa a se fazer é o registro de ocorrência. É o caso dos roubos, furtos, acidentes em que ao menos um dos motoristas envolvidos esteja alcoolizado e acidentes com vítimas, ainda que não fatais.

Para acidentes em que não houve danos físicos às vítimas, o registro não é obrigatório, ainda que possa ser feito para oficializar o ocorrido. Se possível, anote nomes e contatos de testemunhas.

Em seguida, entre em contato com a sua seguradora e realize o Aviso de Sinistro. Descreva o ocorrido para ser orientado sobre a documentação necessária para dar andamento ao processo.

Podem ser pedidos, por exemplo, documento do carro, cópias do RG, CPF, carteira de habilitação e registro de ocorrência.

Se você tiver contratado assistência 24h, a seguradora também dará suporte no local do incidente.

O ideal é fazer o Aviso de Sinistro o mais rápido possível, pois este documento é essencial para dar andamento no seu processo junto à seguradora.

Não se esqueça de que seguros prescrevem, isto é, se você demorar demais a acionar a seguradora, pode acabar perdendo o direito à cobertura. Veja quais são os prazos de prescrição dos seguros para segurados, beneficiários e terceiros, bem como os casos em que a contagem do prazo fica suspensa.

O prazo máximo para a seguradora analisar e indenizar o sinistro, seja com o conserto do veículo, seja com o pagamento dos valores devidos, é de 30 dias a partir da data da entrega de todos os documentos necessários para a avaliação do ocorrido.

Portanto, mantenha sua documentação sempre em dia, para evitar atrasos.

E se eu não for responsável pelo acidente?

Caso você tenha sido vítima de um acidente provocado por outra pessoa, você não precisa acionar o seu próprio seguro. Você pode exigir o ressarcimento do motorista que o causou.

Se o responsável tiver cobertura para terceiros – o seguro de Responsabilidade Civil -, você deverá ser ressarcido pelo seguro dele. Se não, você tem o direito de exigir reparações materiais, físicas e morais, nem que seja na Justiça. Você também terá direito ao seguro DPVAT caso tenha sofrido danos físicos.

Saiba como exigir reparações caso você seja vítima de acidente provocado por outra pessoa e entenda o funcionamento do DPVAT, o seguro obrigatório que cobre despesas hospitalares, morte e invalidez de vítimas de acidentes de trânsito.

Precisando de seguro para o seu veículo? Aqui na Genial Seguros você pode cotar on-line seguro de moto e seguro auto. Oferecemos também seguro para terceiros, cobertura mais enxuta para eventuais danos causados a outras pessoas em acidentes de trânsito.

avatar autor

Julia Wiltgen

Jornalista responsável pelos artigos da Genial Seguros

Cote seu seguro