Thumbnail
2016-12-13 17:20:46

Os requisitos para obter a placa preta para carros antigos

Veja o que é necessário para conseguir o Certificado de Originalidade de carros antigos para obter a placa especial de veículos de coleção

Os adeptos do Antigomobilismo são aqueles que se dedicam à restauração e à manutenção de veículos antigos. No Brasil, os carros antigos de colecionador recebem uma placa especial e ficam dispensados de certas exigências, feitas para carros que não são de coleção.

Assim como táxis têm placa vermelha e veículos diplomáticos têm placa azul, os carros de coleção têm direito a uma placa preta.

Isso deve mudar em breve, quando as placas coloridas brasileiras forem substituídas pelas placas do Mercosul. Quando isso ocorrer, a placa especial dos carros antigos será branca com letras e números prateados.

A obtenção de uma placa preta exige que o proprietário tenha um Certificado de Originalidade para o seu carro antigo. Esse documento atesta que o veículo foi fabricado há mais de 30 anos, conserva suas características originais de fabricação e integra uma coleção.

O Certificado de Originalidade deve ser reconhecido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e emitido por uma entidade credenciada e reconhecida pelo Denatran.

Essas entidades devem ser pessoas jurídicas sem fins lucrativos, instituídas para a promoção da conservação de automóveis antigos e para a divulgação dessa atividade, como os clubes de colecionadores de carros antigos.

Os clubes geralmente cobram uma taxa para realizar a vistoria e conceder o Certificado de Originalidade ao veículo. Após consegui-lo, o proprietário do carro antigo deve providenciar sua mudança de categoria junto ao órgão de trânsito.

O Certificado de Originalidade é necessário para fazer o registro do veículo.

Carro antigo deve manter suas características originais

O Certificado de Originalidade e a placa preta se destinam aos veículos conservados e originais, isto é, com um mínimo de 70% a 80% das suas características originais.

Alguns itens, por sua importância ou valor estético, não podem ter sofrido qualquer alteração em suas características originais, como:

– Pintura e cores fora do padrão original de época;

– Interiores alterados, sem cores ou materiais originais de fábrica ou o mais próximo possível (como desenhos e costuras);

– Rodas não originais de fábrica;

– Motor ou partes cromadas;

– Parte inferior suja ou enferrujada;

– Reparos sem qualidade ou com utilização de massa. Funilaria e pintura devem ter qualidade de restauração. Partes metálicas devem ter sido refeitas, e não corrigidas com massa.

– Sujeira e encardidos;

– Pintura deteriorada e sinais de ferrugem;

– Tapeçaria suja ou encardida.

Benefícios da placa preta

A placa preta traz uma série de benefícios ao proprietário do carro antigo. Além de reconhecer seu valor histórico, dispensa o veículo do disposto nos artigos 104 e 105 do Código de Trânsito Brasileiro.

Em outras palavras, os veículos de placa preta ficam dispensados da inspeção veicular para controle de emissão de gases poluentes e ruído e dos seguintes equipamentos obrigatórios:

– Cinto de segurança;

– Encosto de cabeça;

– Dispositivo destinado ao controle de emissão de gases poluentes e de ruído;

– Air bag frontal para o condutor e o passageiro do banco dianteiro.

avatar autor

Julia Wiltgen

Jornalista responsável pelos artigos da Genial Seguros até 24/11/2017.

Cote seu seguro