Thumbnail

2016-08-31 10:00:01

Prêmio? Sinistro? Conheça os termos usados em seguros

Conheça os termos comuns que mais podem suscitar dúvidas em quem vai contratar um seguro pela primeira vez

Se você nunca fez um seguro, pode se sentir meio perdido em meio a tantos termos técnicos estranhos. Na hora de contratar um desses produtos, você deve se certificar de que compreende o que está e o que não está coberto, e muitos termos técnicos podem atrapalhar o entendimento.

Algumas palavras são comuns a todos os tipos de seguro, do seguro auto ao seguro de vida. Outras, dizem respeito a um tipo específico de seguro, e para compreendê-las o mais indicado é pedir a ajuda do corretor.

A seguir, listamos os termos que mais comumente suscitam dúvidas, principalmente em quem ainda vai contratar o seu primeiro seguro:

Sinistro

O sinistro é a ocorrência do acontecimento previsto no contrato de seguro para o qual foi contratada a cobertura. Na ocorrência de um sinistro, a seguradora fica obrigada a pagar a indenização. Um sinistro é um evento de uma única causa, não importando quantas tenham sido as consequências.

Por exemplo, a cobertura básica do seguro residencial inclui incêndio, raio e explosão. Assim, se houver um incêndio no imóvel segurado, este evento será considerado um sinistro, e a seguradora deverá cobri-lo.

Prêmio

Ao contrário do que parece, o prêmio não é o valor que o segurado recebe quando ocorre um sinistro, mas sim o valor que ele paga à seguradora para obter a cobertura contratada.

Em troca da transferência do seu risco para a seguradora, o segurado fica obrigado a pagar o prêmio, tendo assim direito a indenização caso o evento coberto venha a ocorrer. Em resumo, é o preço do seguro.

Franquia

É a parte da indenização do seguro paga pelo próprio segurado. Se, após um sinistro, o custo de reparação dos danos for inferior ao valor da franquia, o segurado deverá arcar com tudo e não receberá indenização da seguradora.

Por exemplo, uma pequena batida no carro pode ter um custo de reparo muito baixo, inferior ao valor da franquia, devendo ser arcado pelo próprio segurado.

A indenização será paga pela seguradora quando a reparação dos danos de um sinistro ultrapassarem o valor da franquia. Por exemplo, no caso de um veículo que tenha perda total e precise ser reposto. Nesse caso, o segurado receberá indenização suficiente para comprar um veículo novo.

Quanto maior o valor da franquia, menor o risco da seguradora. Portanto, menor será o preço do seguro. O segurado pode escolher aumentar ou reduzir a franquia, de acordo com a proteção que deseja ter.

Proposta e apólice

A proposta de seguro é o documento que formaliza a vontade do segurado de transferir o risco para a seguradora. Ela contém um questionário detalhado sobre o risco a ser segurado, que deve ser respondido pelo segurado.

Já a apólice de seguro é o documento que formaliza a aceitação do risco pela seguradora. Contém todos os dados do segurado, do bem segurado e das coberturas contratadas. A proposta passa a integrar a apólice.

Seguradora

A seguradora é a instituição financeira que assume o risco e garante a indenização em caso de sinistro. Deve ser autorizada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Corretor de seguros

O corretor de seguros é o profissional habilitado pela Susep para representar o segurado em um contrato de seguro. Toda contratação de seguros necessita da intermediação de um corretor, que deve orientar e informar o segurado.

avatar autor

Julia Wiltgen

Jornalista responsável pelos artigos da Genial Seguros até 24/11/2017.