Thumbnail
2017-11-22 16:47:49

Quando revisar as condições do seu seguro de vida

Saiba o que considerar ao reavaliar as coberturas e valores de indenização do seu seguro de vida, bem como as mudanças que devem ser comunicadas à seguradora

O seguro de vida traz para o segurado a confiança de que, caso ele venha a falecer ou ficar inválido permanentemente, sua família continuará tendo meios de se sustentar. Mas não basta assinar a apólice e esquecer. É importante, de vez em quando, dar uma olhada nas condições do seu seguro e avaliar se ele continua adequado para as suas atuais circunstâncias.

O ideal é rever as condições contratadas ao menos uma vez por ano, independentemente do prazo de vigência do seguro. Analise as informações prestadas à seguradora e verifique se algo mudou. Dê uma olhada também nas coberturas e no valor do capital segurado e verifique se ainda são suficientes.

Mudanças relevantes no seu estilo de vida devem ser comunicadas à seguradora assim que possível, pois elas podem impactar no cálculo do valor do prêmio e nas coberturas. Elas podem, por exemplo, alterar o perfil de risco do segurado, motivando um reajuste do prêmio, ou mesmo exigir a inclusão de novos beneficiários.

A apólice deverá ser atualizada com essas mudanças por meio do chamado endosso de seguro. Já vimos aqui no blog que o endosso de seguro pode ser usado no seguro auto para atualizar a apólice quando o segurado, por exemplo, troca de carro, muda o CEP de pernoite do seu veículo ou altera o trajeto que costuma fazer com o carro todos os dias.

No caso do seguro de vida, o endosso de seguro pode ser usado para mudar os valores das coberturas, acrescentar ou tirar coberturas, incluir ou excluir beneficiários e atualizar dados pessoais relevantes como estado civil, filhos etc.

Ao atualizar a apólice por meio de endosso, o segurado garante que sua família continuará coberta mesmo nas novas circunstâncias.

O que considerar na revisão

Eis alguns dos fatores que devem ser considerados na hora de rever as condições da apólice de seguro de vida:

• A configuração familiar: reavalie os valores de cobertura e a necessidade de incluir ou excluir segurados em caso de mudanças na configuração familiar: casamento, divórcio, nascimento de filhos e netos, adoção de crianças, morte de beneficiários etc. Comunique essas mudanças à seguradora.

• Surgimento de novos dependentes financeiros: se você se tornou responsável financeiro por algum adulto da sua família – por exemplo, um parente que ficou inválido ou idoso –, avalie se não é o caso de incluí-lo entre os beneficiários e/ou elevar o capital segurado da sua apólice, notadamente se essa pessoa exigir cuidados especiais, como cuidadores ou atendimento médico especializado.

• Recebimento de uma herança ou outros recursos imprevistos: caso você receba uma “bolada” de uma vez, o seu planejamento financeiro certamente vai mudar. Os novos recursos podem permitir uma redução no valor das coberturas do seguro de vida e, consequentemente, no valor do prêmio.

Em busca de um seguro de vida para proteger sua família? Peça uma cotação on-line aqui na Genial Seguros!

avatar autor

Julia Wiltgen

Jornalista responsável pelos artigos da Genial Seguros

Cote seu seguro