GLOSSÁRIO DE SEGUROS

A aprovação da seguradora de assumir determinado(s) risco(s) presente(s) na proposta feita pelo segurado, para cobertura do seguro. A partir da aceitação da seguradora, a apólice de seguro é emitida.

Contrato emitido pela seguradora, no qual são especificadas todas as condições acordadas com o segurado. Ela é composta por cláusulas e condições gerais, especiais e particulares dos contratos, além de coberturas especiais e um anexo, de acordo com o que o segurado contratar.

Seguro que garante proteção a qualquer passageiro transportado no veículo, no momento do acidente.

Em caso de eventos emergenciais cobertos na apólice, garante assistência ao veículo segurado e aos passageiros. Oferece cobertura a eventos como quebra do veículo, acidentes e colisões. Cobre também serviços de guincho, socorro mecânico, elétrico, chaveiro e assistência ao condutor e passageiros do veículo. As seguradoras possuem diferentes categorias de assistência 24h. Normalmente, a básica apresenta quilometragem de guincho menor e um limite de utilização em cada serviço. A assistência intermediária abrange quilometragem maior de guincho (média de 200 a 300km), geralmente sem limitações para utilização dos serviços. Já a assistência completa oferece, em algumas seguradoras, uma quilometragem de guincho livre. Algumas ainda possuem assistência emergencial para a residência do segurado, seu computador, e até consulta veterinária para animais de estimação. Quanto mais completa a assistência 24h, maior o valor cobrado pelas coberturas.Caso vá viajar em grupo ou em família, busque planos que ofereçam descontos.

A comunicação de ocorrência de sinistro feita pelo segurado à seguradora. Ela é obrigatória e deve ser realizada assim que ele tome conhecimento do sinistro. Havendo omissão sem justificativas pelo segurado, a seguradora pode anular seu direito à cobertura, caso consiga provar que as consequências do sinistro poderiam ter sido evitadas ou amenizadas se tivesse sido avisada antes.

Documento expedido por autoridade policial que atesta a ocorrência de danos pessoais ou materiais devido à ação de terceiros ou a danos da natureza. Nele consta a descrição de como ocorreu o acidente, sendo indispensável em caso de determinadas reclamações de sinistros realizadas pelo segurado.

Desconto concedido pela seguradora ao segurado, em função de seu histórico positivo de sinistros e renovações. Geralmente consta na apólice em números (ex: Classe 1 ou 2 – até classe 10), ou em porcentagem (ex: 10%, 20%). O bônus é intransferível, ou seja, não pode ser repassado a outras pessoas, e pode ser utilizado em diferentes seguradoras, não sendo necessário manter-se somente em uma para garanti-lo.

Período de tempo entre a contratação do seguro e a entrada em vigor das garantias cobertas pelo seguro. Termo utilizado principalmente nos seguros de vida e saúde.

Garante ao segurado a locação de um veículo popular de modelo básico, caso o veículo segurado se torne indisponível devido a um sinistro coberto na apólice. A cobertura é válida somente se o orçamento de reparação ficar abaixo da franquia contratada. O período de locação normalmente varia entre 07, 15 e 30 dias.

Proteção conferida em um contrato de seguro.

Único intermediário legalmente autorizado a angariar ou promover contratos de seguros entre seguradoras e consumidores.

Ato do segurado ou corretor de seguros obter preços de seguradoras antes de contratar o seguro.

Documento utilizado para transferência de propriedade do veículo, também conhecido como DUT (Documento Único de Trânsito) ou Renavam.

Valor cobrado pela seguradora ao segurado, para emissão da apólice ou realização de endosso.

Documento preenchido pelo segurado, no qual ele declara suas exposições a perdas em uma proposta de seguro. Em um Seguro Auto, por exemplo, é o preenchimento de dados como nome, endereço, ocupação, tipo do veículo, quilometragem média, entre outros. A partir das informações preenchidas, a seguradora determina a taxa de prêmio aplicável para o seguro, assim como limites máximos de cobertura e quaisquer condições especiais a serem adicionadas na apólice.

A rejeição de uma proposta de seguros pela seguradora. Deve ocorrer em até 15 dias após transmissão.

Seguro de automóvel obrigatório por lei. Ele garante uma indenização mínima às vítimas envolvidas em acidentes de em vias terrestres, independente do culpado. O pagamento do DPVAT deve ser realizado com a cota única, ou na primeira parcela do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Documento expedido durante a vigência da apólice de seguro, no qual o segurado e a seguradora acordam quanto a alterações de dados, modificações de condições ou objetos da apólice, ou transferência a outra pessoa. Uma vez anexado à apólice, o endosso passa a valer sobre as condições gerais anteriormente contratadas.

Data de início efetivo da vigência da apólice de seguro.

Condição contratual na qual diante do não-pagamento do seguro por parte do segurado, a seguradora possui o direito de cancelar automaticamente a apólice ou endosso emitido por ela.

Participação do segurado nos prejuízos em caso de sinistro. A franquia é obrigatória em algumas coberturas, mas existem diferentes formas de contratá-la: Franquia Normal/Obrigatória, Franquia Reduzida ou Franquia Majorada.

Valor obrigatório estipulado pela seguradora, de acordo com o perfil de risco do objeto segurado.

Reduz o valor da franquia normal/obrigatória em opções de 50% e 25%. Sua contratação aumenta o valor do seguro.

Aumenta o valor da franquia normal/obrigatória em duas a três vezes. Sua contratação reduz o valor do seguro.

As responsabilidades pelos riscos assumidas pela seguradora. Também é utilizada como sinônimo de cobertura.

Cobertura acessória do Seguro Residência, para jogadores de golfe. Ela garante o reembolso das despesas incorridas no clube de golfe, com a celebração da façanha do hole in one.

Cálculo realizado pelas seguradoras, que indica a proporção entre os custos de sinistros e o volume global dos prêmios das operações, em um mesmo período.

Valor pago pela seguradora ao segurado, após a ocorrência de evento coberto pela apólice de seguro.

É o imposto federal que, dentre outros valores, incide sobre os prêmios das apólices de seguro. Na maioria dos casos, a alíquota é de 7,38%.

A prática de medir o risco a partir de dados estatísticos, para assim calcular o valor aproximado dos possíveis sinistros. A partir dos resultados, as seguradoras determinam o prêmio de seguro cobrado.

Participação obrigatória do segurado sobre as despesas com um risco proposto, independente da existência ou de franquia obrigatória ou facultativa.

Diversas características do segurado, utilizadas para determinação de seu risco para o seguro. Em um seguro Auto, por exemplo, são dados como idade, escolaridade, distância percorrida, local de residência, etc.

O valor pago à seguradora pelo segurado ou estipulante para transferir o risco a que ele está exposto. Em princípio, ele corresponder a uma porcentagem (taxa) sobre o valor da importância segurada.

Formulário impresso que contém um questionário detalhado, para que o segurado candidate-se à cobertura de seguro. Ela deve ser preenchida pelo próprio segurado ou por seu representante de direito, e serve de base do contrato de seguro, geralmente fazendo parte dele.

Série de perguntas respondidas pelo segurado na proposta de seguro. Elas devem estar de modo claro e preciso, sem omissões ou reticências.

O restabelecimento ou continuidade da cobertura de um seguro. Geralmente ela é firmada por meio da emissão de uma nova apólice, novo bilhete ou endosso na apólice, nas mesmas condições do seguro anterior. Ela terá novas condições em caso de mudanças no objeto do seguro, nos interesses do segurado, ou nas bases tarifárias do seguro.

É o evento incerto que independe da vontade das partes contratantes. É a expectativa de ocorrência de sinistro, e serve de base para a contratação do seguro. A palavra é geralmente utilizada como significado de coisa ou pessoa sujeita ao risco.

Seguro completo, ou seja, que compreende os principais riscos aos quais o objeto esteja sujeito.

Protege o segurado em caso de não-cumprimento de uma obrigação específica como devedor principal ou afiançado. No Brasil, opera-se somente o seguro Fiança Locatícia, que desobriga o locatário de conseguir um fiador ou efetuar um depósito, a fim de garantir seu contrato de locação do imóvel.

Cobertura do seguro sobre danos materiais ou pessoais ocorridos involuntariamente a terceiros. No caso de um Seguro Auto, caso o segurado bata em um outro carro, o valor máximo que o seguro cobre é o da Responsabilidade Civil.

Seguro que garante que os dependentes do segurado consigam manter um padrão de vida aceitável em caso de infortúnio com ele, como morte ou impossibilidade de gerar renda devido a doença ou invalidez.

Ocorrência de um evento involuntário coberto na apólice de seguro que obriga legalmente a seguradora a indenizar o segurado.

É aplicada, principalmente, para calcular o prêmio de seguros com duração inferior a 1 (um) ano, onde a exposição ao risco é presumivelmente maior, embora também se aplique a restituições, em caso de cancelamento do seguro.

Tabela de referência utilizada por revendas, concessionárias, estacionamentos e seguradoras, para determinação do valor de mercado de compra e venda do automóvel. A seguradora se baseia nos valores presentes na tabela para o cálculo da indenização em caso de sinistro.

Cobertura para os vidros do carro. Geralmente, as seguradoras oferecem duas modalidades desta cobertura:

  • Básica: Somente para o para-brisa e janelas laterais e traseiras do carro
  • Completa: Abrange, além da cobertura básica, farois, lanternas, retrovisores e tetos solares (em alguns casos)

Período fixado para validade do seguro ou da cobertura.

Vistoria para verificar e estabelecer os danos ou prejuízos sofridos pelo objeto, em caso de sinistro.

Inspeção para avaliar as condições do objeto a ser segurado, com o objetivo de estabelecer o valor do risco.

Normalmente, as seguradoras não realizam a vistoria em casos de renovação.